Artemisia aponta evolução no campo de negócios de impacto social

Produção: Printec Comunicação/ Artemisia

Em expansão nos países emergentes, os negócios de impacto social têm se destacado ao propor um modelo de empresas que oferecem, de forma intencional, soluções escaláveis para problemas sociais da população de baixa renda. Pioneira no Brasil no fomento de negócios de impacto social, a Artemisia há mais de uma década tornou-se uma das protagonistas desse movimento no país. Um levantamento inédito conduzido pela organização aponta uma significativa evolução no campo de negócios de impacto social, sobretudo no aumento das inscrições para a Aceleradora: de 2011 para 2015 houve um aumento de 386% - sendo mais de 800 inscrições só no último ano de empreendedores interessados em participar do processo, cujo diferencial é justamente o impacto social.

Na avaliação dos investimentos recebidos no mesmo período, o levantamento revela crescimento também significativo. Apenas em 2015, mais de R$ 16 milhões foram investidos nos negócios de impacto social acelerados pela organização. Em comparação com 2014, esse valor representa um crescimento de 42% no momento dos aportes. De acordo com Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, o crescimento deve-se ao próprio amadurecimento do ecossistema de negócios de impacto social. “A evolução do campo mostra que, além de termos mais empreendedores interessados em atuar em impacto social, temos uma rede de negócios mais robustos que atraem investimentos – sobretudo para os que estão em processo de crescimento, ampliação do atendimento e ganho de escala”, afirma a executiva.

Nos últimos cinco anos, 79 negócios foram acelerados pela Artemisia; desses, 52% receberam investimentos, que no total, somam mais de R$ 48 milhões entre 2011 e 2015. Esses negócios impactaram a vida de mais de 23 milhões de pessoas; 91% dos negócios que passaram pela Aceleradora permanecem ativos – comprovando a expertise da organização não apenas em atender as reais necessidades dos empreendedores, como em reconhecer as oportunidades de negócios que geram alto impacto na população de baixa renda. Em 11 anos de atuação, a organização ajuda os empreendedores de impacto a vencerem os principais desafios para que ultrapassem as barreiras iniciais, a fim de alcançarem resultados econômicos e sociais em larga escala.

Seguem, abaixo, as principais conclusões do levantamento.

Número de inscritos na Aceleradora da Artemisia:

2011: 174

2012: 181

2013: 696

2014: 786

2015: 845

Valor dos investimentos recebidos pelos negócios da rede de acelerados da Artemisia:

2011: R$ 0,3 milhões

2012: R$ 9,352 milhões

2013: R$ 11,012 milhões

2014: R$ 11,710 milhões

2015: R$ 16,606 milhões

** Só são considerados aportados até 18 meses após o término do processo de aceleração da empresa, sendo investimentos posteriores a esses não contabilizados.

 

 

Relacionados